Loading...

BLOG

Queda de cabelo no pós-parto? Não se desespere!

  Publicado em   Categorias Sem categoria  

shutterstock_557050852

É fato indubitável que dar à luz é uma emoção incrível e inigualável, porém sempre surgem dúvidas relacionadas às mudanças do cotidiano, do corpo e, claro, do cabelo.

Uma delas muito frequente é sobre a queda de cabelo no pós-parto. As duas primeiras coisas a saber são: é normal que isso aconteça e não é permanente – pode se estender até seis meses após o nascimento do bebê. Portanto, sem pânico!

Só para se ter uma ideia, uma mulher adulta perde média de 100 a 125 fios de cabelo por dia, enquanto uma mulher nos meses de amamentação pode chegar a perder até 500 fios por dia.

“Essa queda acontece na maioria das vezes depois do parto, e pode ocorrer até o sexto mês após a amamentação. A mulher transfere para o leite do bebê muitos dos nutrientes dela, e ocorre um enfraquecimento do seu organismo, que trabalha dobrado, e esse é o grande motivo da queda. Depende também do metabolismo de cada mulher”, diz o expert Eron Araújo, do Eron Araújo Creative Salon.

Outro fator é a variação da taxa de hormônios no corpo da mulher, como a progesterona, que está intimamente ligada à aparência do cabelo.Se isso se aliar ao estresse e má alimentação, aí sim a queda se agrava. Portanto, a primeira dica é seguir uma alimentação regrada e rica, e tentar relaxar!

“O nosso corpo é muito inteligente, e hoje em dia há tratamentos de precaução e prevenção para manter o cabelo saudável durante esse período. A dica é usar shampoos para fortalecer a fibra do fio, e tomar alguns cuidados como cortar o cabelo, tirar as pontinhas e manter assim, o fio o mais saudável possível”, afirma Eron.

Porém, não corra à farmácia imediatamente: usar química não receitada por um médico nesse período pode não ser bom nem para você, nem para o bebê. Em primeiro lugar, fale com seu médico. Depois procure um dermatologista e, claro, o seu hairstylist de confiança. Com essa tríade de especialistas, a queda de fios vai ser apenas um detalhe imperceptível!

“Por isso é importante aliar um suporte médico com o do cabeleireiro. Para repor os nutrientes, hoje em dia. os médicos usam suplementos tanto durante a gestação, quanto durante a amamentação. Dermatologista e nutricionista também são ótimas opções, e suas dicas podem fazer toda a diferença. O cabelo é como um termômetro do corpo, e qualquer alteração da rotina ele sente”, complementa.

Sobre a função do cabeleireiro nessa fase, Eron conta: “Quando fico sabendo que uma das clientes está grávida, já começo a fazer um trabalho tanto psicológico quanto de preparo da fibra. Durante os nove meses da gestação o cabelo fica maravilhoso por uma questão hormonal, durante a amamentação é que fica mais difícil mesmo, mas é uma questão com solução!”.

Aproveite esse período tão bacana e não deixe que um detalhe te deixe preocupada!